Agrupamento de Escolas Júlio Dinis | Eco-Escolas
15700
page-template,page-template-full_width,page-template-full_width-php,page,page-id-15700,page-child,parent-pageid-15831,ajax_fade,page_not_loaded,,no_animation_on_touch,qode-theme-ver-13.1.2,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.5,vc_responsive
 

Eco-Escolas

Esta é a nossa marca

O Eco-Escolas é um Programa Internacional da Foundation for Environmental Education, desenvolvido em Portugal desde 1996 , que pretende encorajar acções e reconhecer o trabalho de qualidade desenvolvido pela escola, no âmbito da Educação Ambiental e/ou Educação para o Desenvolvimento Sustentável.

Fornece fundamentalmente metodologia, formação, materiais pedagógicos, apoio e enquadramento ao trabalho desenvolvido pela escola.

Ao longo de vários anos, todas as escolas do nosso agrupamento tem participado neste programa e por consequência têm recebido o reconhecimento pelo seu trabalho neste campo, fazendo este programa parte do nosso projeto educativo.

O presente documento serve para dar a conhecer as principais propostas de atividades a desenvolver, de forma a continuar o projeto com sucesso, envolvendo pais, alunos, professores, assistentes operacionais, câmara municipal, entidades locais públicas/privadas e comunidade em geral.

O objetivo é envolver os alunos em atividades de projeto dirigidas para a turma, para a escola e comunidade, numa disciplina, por exemplo Educação para a Cidadania, Ciências, Ed. Visual, Ed. Tecnológica… ou promovendo a interdisciplinaridade.

Pretende-se que os professores orientem o trabalho dos alunos, dando espaço para a promoção da autonomia dos mesmos.

Para que tal aconteça, propõe-se a apresentação do presente documento para os professores e que se estabeleça contatos diretos com os professores e alunos, de forma a criar grupos de trabalho para por em prática as atividades propostas.

ATIVIDADES

Horta Pedagógica | Compostagem nas escolas

 

Realização – Anual. É dado apoio técnico às escolas por parte da Câmara

Atividade – Pretende-se que um grupo de alunos responsável por esta atividade crie e cuide de uma pequena horta na escola.

Espantalhos na Horta

 

Realização – setembro a março

Objetivo – sensibilizar para a reutilização dos resíduos e incremento da criatividade.

Atividade – construir espantalhos para embelezar o espaço escolar e escolher um para expor/concorrer no dia 21 de março (dia mundial da árvore) a uma atividade da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia.

Reutilândia, unidade móvel e linha solidária

 

Realização – novembro a março

Objetivo – promover uma cultura de solidariedade e partilha.

Atividade – pretende-se que os alunos organizem uma campanha de recolha de roupa, loiça, brinquedos e objetos a funcionar mas que já não são uteis na nossa casa. A campanha de recolha é realizada a nível da escola, para entregar em data a marcar, o material recolhido, na unidade móvel da Reutilândia.

Visitas de estudo à SULDOURO

 

Realização – anual

Objetivo – mostrar aos alunos o sistema de gestão de resíduos sólidos urbanos e papel da separação de resíduos.

Atividades – É dada a oportunidade de todas as turmas interessadas, de fazerem uma visita de estudo guiada à Suldouro. Em princípio o transporte é assegurado pela Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, dependendo do número de inscrições.

Mobilidade e Segurança Rodoviária

 

Realização – anual

Objetivo – mostrar a importância de efetuar escolhas seguras nas deslocações quotidianas e sensibilizar a população em geral para questões da segurança rodoviária.

Atividades – A Guarda Nacional Republicana propõe realizar ações de sensibilização na escola. Esta atividade está dependente do número de turmas inscritas.

Geração Depositrão

 

Realização – Anual

Objetivo – o projeto Geração Depositrão visa (in)formar as crianças e jovens e através deles a população em geral, acerca da importância do adequado encaminhamento dos Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrónicos (REEE), pilhas e acumuladores.

Atividade – pretende-se que os alunos organizem uma campanha de recolha de todo o tipo de REEE (pequenos e grandes eletrodomésticos e lâmpadas) e pilhas/acumuladores para a escola e para a comunidade educativa em geral.

Vela por Óleo

 

Realização – Anual

Objetivo – valorização e consciencialização do grave problema que é o desperdício do óleo alimentar,derramado no meio ambiente e que tem como consequência elevados custos ambientais: destruição de fauna e flora, detioração da rede de esgotos.

Atividade – pretende-se que os alunos organizem uma campanha de recolha de óleos alimentares usados para a escola e para a comunidade educativa em geral; é dada a oportunidade de os alunos produzirem velas aromáticas.

Separação de resíduos

 

Realização – Anual

Objetivo – alertar os alunos para a importância da separação de resíduos (papel, plástico e lixo comum);

Atividade – pretende-se que os alunos organizem uma campanha sensibilização para os alunos da escola no âmbito da separação dos diferentes tipos de resíduos. Outra atividade será a identificação dos diferentes recipientes para que a comunidade escolar (alunos, assistentes operacionais e professores) possam separar corretamente o plástico, papel e lixo comum.

Separação de resíduos

 

Realização – Anual

Objetivo – alertar os alunos para a importância da separação de resíduos (papel, plástico e lixo comum);

Atividade – pretende-se que os alunos organizem uma campanha sensibilização para os alunos da escola no âmbito da separação dos diferentes tipos de resíduos. Outra atividade será a identificação dos diferentes recipientes para que a comunidade escolar (alunos, assistentes operacionais e professores) possam separar corretamente o plástico, papel e lixo comum.

Apresentação da candidatura ao Galardão Eco-Escolas

“Eco-Código”

 

Mais um ano terminado e um objectivo conseguido com sucesso. Foram submetidas as sete candidaturas ao galardão Eco-Escolas, cada uma a representar cada escola do Agrupamento Júlio Dinis.

Agora falta esperar pela decisão da ABAE, na expectativa de continuarmos a ser Eco-Agrupamento.

As fotos dos Eco-Códigos elaborados por cada uma das escolas, sinal de compromisso com o programa e que expressa um conjunto de atitudes e comportamentos a tomar, tendo em conta a melhoria do ambiente na escola, em casa e na nossa terra.

 

O coordenador do Programa,

Paulo Amorim